sexta-feira, 12 de setembro de 2008

é com o silêncio

é com o silêncio que as mulheres tecem

as roupas do mundo.

o fuso e a roca eram só instrumentos

(uma quase justificação)

as vestes são tecidas com o silêncio

com o sangue dos olhos

com as lágrimas dos dedos.

com o silêncio e no silêncio as mulheres tecem

longas vestes

enormes tapetes e carpetes

belas e luxuriantes cortinas.

com tudo o que tece, silenciosamente,

a mulher do mundo tenta tapar

os buracos

tenta estancar o sangue

que corre copiosamente.

[TMara] PAULINO, Conceição.1993. AS TAREFAS TRANSPARENTES.Lisboa: edição SOL XXI: 52

11 comentários:

De Amor e de Terra disse...

Gosto muito desse Poema e desse Livro; Parabéns às duas.

Bj

Maria Mamede

Maria Clarinda disse...

(...)as vestes são tecidas com o silêncio

com o sangue dos olhos

com as lágrimas dos dedos.



Lindo adorei! Parabéns e obrigada pelo teu espaço que tão bem me faz.

Justine disse...

Muito belo e muito verdadeiro!

Eremit@ disse...

um poema dos mais belos que já li, quer no conteúdo quer na forma estilistica.
Grande sensibilidade e amor aqui se sente pelas gentes, pela vida e, principalmente pelas mulheres que sempre têm suportado o mundo nas suas frágeis costas enquanto o meu género se arma em rei e senhor.
Fraterno e solidário abraço, MULHER.

mena m. disse...

Belíssimos, o poema e a fotografia a ilustrá-lo!

Bichodeconta disse...

Em silencio me curvo em homenagem as mulheres que em silencio teceram a vida..A sua e a de seus filhos.. De silencio são feitas muitas existencias.. Lindo o poema, parabéns ..Um abraço , boa semana..

bettips disse...

As mulheres ...ainda hoje uma com o cajado e as ovelhas, no planalto.
As mulheres tecem a vida!
Lindo poema e fotogrtafia.
Parabéns a ambas!

Raquel V. disse...

"com tudo o que tece, silenciosamente,
a mulher do mundo tenta tapar
os buracos
tenta estancar o sangue
que corre copiosamente."

A mulher é por excelência o ser que se pudesse não deixaria a guerra existir. Não deixaria a fome e o horror instalar-se...
Por agora continua silenciosamente a tentar... não é?

Um beijo

Lord of Erewhon disse...

Belo poema.

Paula Raposo disse...

Lindíssimo este poema!! Adorei! Beijos.

jawaa disse...

Por isso a Mulher é a senhora do mundo.